Top of the Strand Rooftop

Considerado por muitos o melhor rooftop de Nova York, o Top of the Strand fica no Strand Hotel, em Midtown. Quando você chega ao vigésimo primeiro andar, dá de cara com o Empire State Building. O teto de vidro do teraço é retrátil, quer dizer, nada vai te impedir de aproveitar sua noite!

A noite começa com o pessoal que sai dos escritórios e vai pra uma happy hour e segue adentro, recebendo também os hóspedes do hotel.

Abre diariamente, a partir das cinco da tarde. Mesmo que você vá mais cedo, é legal esperar escurecer pra ter a visão linda das luzes da cidade acesas.

the strand hotel rooftop

Aqui tem uma outra sugestão de rooftop, também com uma vista linda, do qual eu já tinha falado anteriormente

Endereço: 33 W 37th St

Kee’s – Chocolates gourmet no SoHo

Ontem, meu marido ganhou uma barra de chocolates Kee’s no trabalho e falou nela o dia inteiro. Eu nunca tinha ouvido falar nessa marca mas a contar pelos elogios, deve ser excelente.
keeschocolatesoho
O que ele ganhou era 64% neio amargo de amêndoas. No vídeo abaixo, que encontrei enquanto procurava saber mais sobre a loja, a dona fala de outros sabores como chá verde, pimenta, lavanda, maracujá e balsâmico.
[Read more...]

Ratos no metrô de Nova York

Não é segredo que Nova York tem uma enorme população de roedores. Não é incomum vê-los andando nos trilhos onde há um constante acúmulo de sujeira e água e o hábito novaiorquino de comer no metrô torna o ambiente mais atraente a eles.

Hoje, a CNN publicou o vídeo de um rato correndo na direção de um rapaz, um jornalista, que tinha uma câmera e filmou o episódio. Isso aconteceu na estação da Rua 42, no Bryant Park, sexta-feira à noite.

Os vídeos de ratos no metrô não são raros e arrepiam – o do rato subindo no senhor dormindo é inesquecível! – mas o que esse vídeo tem de diferente é o fato do bicho correr atrás do passageiro na plataforma sem ter sido provocado.

A amiga que compartilhou esse vídeo passou recentemente por situação similar: um rato saiu de um buraco, na esquina da Madison com Rua 44, e a perseguiu (palavra dela). Quando ela mudava de direção, ele fazia o mesmo! Foi preciso correr pra se livrar do bicho.

A MTA informa que está fazendo um estudo usando uma isca que esteriliza as fêmeas, impedindo assim o crescimento da população de roedores. Dizem eles que vêem resultados, mas que é preciso ter paciência, porque resolver o problema vai levar tempo.

Enquanto isso, não custa reforçar: se um rato vier pra cima de você, corra dele!

imagem: reprodução

Promoção pague 1 leve 2 ingressos pra Broadway

Entre os dias 1 e 14 de setembro é possível assistir a peças da Broadway comprando ingressos agora numa super promoção. Quem quiser aproveitar o “pague 1, leve 2″ precisa se apressar, porque o número de lugares colocados à disposição com esse desconto é limitado.

A venda é feita pelo telecharge. Visite a página da promoção e selecione a peça que deseja assitir para ser encaminhado para a compra dos ingressos promocionais.

broadwaydoisporum

imagem: reprodução

Como chegar na Michael’s, a super loja de artesanato e scrapbooking

A Michael’s é uma super loja de artesanato e artes em geral. É um paraíso pra quem curte scrapbooking e outros trabalhos manuais, como crochet e tricot, costura, desenho e pintura, decoração de bolos e o que mais você imaginar.

Tem uma loja no Upper Wst Side, mas eu acho mais rápido e prático ir na loja do Queens.

Se você pegar o metrô R na Times Square, serão 9 estações (aproximadametne meia hora) até a loja. Desça na estação Northern Boulevard e saia perto da Broadway. Aí é só andar no sentido oeste até chegar ao centro comercial. Super fácil. (51-06 Northern Blvd)

IMG_1052 copy

Leva o mesmo tempo pra chegar na unidade do UWS. só que a caminhada é um pouco mais longa. Metrô 1 até a Rua 103 e caminhar até a Columbus Ave, na altura da Rua 98 (808 Columbus Ave)

Não seja feito de bobo em Nova York.

Ontem, mais uma vez, presenciei uma cena não incomum na cidade: um turista sendo enganado. Nova York é uma cidade segura, especialmente se você vem de cidades como São Paulo e Rio de Janeiro em que cuidados com a bolsa, carteira, cartões de crédito, etc, são rotina em sua vida mas, infelizmente, não estamos livres de espertalhões.

Eu conto o caso de ontem num instante. Antes, vou te falar de um mais brando, que vi semana passada. Um sujeito, perto do Radio City Music Hall, “distribuindo” umas sacolinhas fofas com algumas bugigangas (sei lá o que era) dentro. Ele falava coisas como “quer esta sacolinha?“, “você quer uma? ” como se fosse de graça. Quando a pessoa pegava uma, ele ia logo dizendo que não era presente e começava a ladainha ganhar algum. Muita ingenuidade achar que aquilo fose presente, mas tem gente que entra nessa. Se a pessoa devolvia, o sujeito insistia um pouco, mas dentro de um limite.

Ontem, no entanto, a situação foi outra e eu estou contando isso porque me senti muito mal pelo sujeito. É muito comum ver rapazes (nunca vi moças nessa, ainda) “distribuindo” CDs. Eles ficam na calçada, geralmente em grupo, perguntando se você gosta de Hip-Hop e estendendo a mão com um CD, como se fosse de presente. Não é. Uma vez que você põe a mão naquela caixinha, pode ter certeza que você vai perder algum dinheiro. Eles são muito persuasivos e, francamente, intimidam. Quando vêem que a uma criatura deu mole, se juntam até conseguirem algum dinheiro.

Esse rapaz que eu vi “perdeu” uma nota de 50. Quando eu sai de uma loja na Quinta Avenida vi dois caras em volta do ingênuo e acompanhei o final da cena enquanto o sinal não abria. O rapaz cometeu a besteira de abrir a carteira e um dos malandros segurou o pulso do cara. Realisticamente, o que você faria? O cara “comprou” o CD e foi embora.

A solução pra isso? Não de trela e não pegue nada. Se te perguntarem de onde você é, se você gosta de música, se você quer ingressos pra alguma peça, se você tem um minuto, se você quer um brinde, não responda. Insisto: passe reto, nem responda. “Puxa vida, mas que grosseria!” Não; não é não. Guarde sua simpatia pra gente que não está querendo te passar a perna.

Existem alguns outros golpes, com diferentes níveis de agressividade e persuasão: o cara que tromba em você e diz que você quebrou os óculos dele e agora precisa pagar, o cara que está vendendo doces e insiste (até te segura) até você deixar mais dinheiro do que deveria, o veterano de guerra pedindo contribuuição pra alguma causa, o cara que foi roubado e precisa de dinheiro pra voltar pra casa. Até oferta de cortes de cabelo grátis tem (esse só vi na Union Square), e no final, pelo que soube, quem cai não paga o corte mas deixa uma grana por outros serviços.

Esses golpes acontecem à luz do dia, geralmente em pontos turísticos de grande circulação. Não tenha medo de dizer não nem de chamar a polícia se achar que precisa. Olho vivo!

Sábado no Central Park

Pra quem nunca esteve no Central Park ou para os que querem matar saudades, umas fotos de alguns pontos interessantes. Estava muito calor neste sábado e, como sempre que há oportunidade, muita gente aproveitou esse refúgio da cidade.

Este lago é chamado Conservatory Water e é muito popular entre famílias com crianças. Ele é o ponto de encontro daqueles que gostam de barquinhos a vela e radio-controlados.

IMG_3508 copy

Ele fica entre as ruas 72 e 75, no Upper East Side. Na água, você vê reflexos dos prédios da Quinta Avenida.

IMG_3514 copy

Nesta foto, eu estou olhando para o sul da cidade e exatamente atrás de mim está a estátua da Alice no País das Maravilhas.

IMG_3506 copy

As crianças adoram escalar a estátua de bronze, que também faz os adultos voltarem no tempo.

IMG_3500 copy

‘Alice’ vista de outro ângulo. Nesta foto, o lago dos barquinhos está bem atrás de mim.

IMG_3498 copy

Outra estátua muito famosa no parque é essa de Hans Christian Andersen. É aqui que as crianças se encontram no verão para ouvir um contador de histórias.
.
IMG_3512 copy

Crianças brincando de fazer bolhas de sabão gigantescas perto da estátua, que também está perto dos barquinhos, na face oeste do lago.

IMG_3511 copy

Greywacke Arch, próximo ao Metropolitam Museum.

IMG_0975 copy

Glade Arch, perto Quinta Avenida na altura da Rua 79

IMG_3496 copy

As pessoas aproveitam o sol tanto quanto podem. O “inverno está chegando”! Pra você pode parecer exagero, mas os meses de frio aterrorizam.

IMG_3493 copy

Abaixo, o Great Lawn. O gramado mais famoso do Central Park, preferido para os pic-niqcs e onde se joga baseball fica entre as Ruas 79 e 85, no meio do parque.

IMG_0970 copy

Muita gente fica de biquini, mesmo, sem acanhamento.

IMG_0972 copy

Aqui, as pessoas se divertindo no Central Park Zoo. O zoológico fica mais ao sul do parque, e a entrada na esquina da Quinta Avenida é a mais conveniente.

IMG_3519 copy

Vindo a Nova York, aproveite o Central Park que, como você vê, nem é coisa de turista.
IMG_0987 copy

Para encerrar, música no Parque:

Financier Patisserie perto da Bloomingdale’s

A Financier Patisserie é uma rede de docerias aqui em Nova York que começamos a frequentar desde que chegamos na cidade; primeiro na unidade do Centro Financeiro e depois Midtown. São várias unidades e recentemente descobri essa perto da Bloomingdale’s. Acho que é a menor delas, mas tinha tudo o que normalmente pedimos. Eles também tem alguns salgados.

financier patisserie  (2)

financier patisserie  (3)

financier patisserie  (1)

Rua 59 com Terceira Avenida

Dia Nacional dos Smores – os sanduíches de marshmellow e chocolate!

Os smores são um sanduíche de dois biscoitos (Graham crackers) recheados com um pedaço de chocolate e marshmellow assado. É um petisco muito comum em acampamentos, quando é feito numa fogueira, espetando as bolotas de marshmellow num espeto pra tostar até dourar.

Para comemorar o Dia Nacional dos Smores, 10 de agosto, o programa de tv New York Live fez uma matéria mostrando três pratos inspirados nessa especialidade:


As Batatas Fritas S’mores (smores french fries ) – batatas palito, cobertas com marshmellows tostados, pedaços de biscoito (Graham cracker) e calda grossa de chocolate

smores 01

Onde: Sticky’s Finger Joint – 484 third avenue (Rua 33rd com 3ª Ave)


S’mores Roti são uma versão em que o pão (roti) é usado para o sanduíche, sendo recheado com uma barra inteira de chocolate Hershey’s, pedaços de biscoito (Graham Crackers) e, depois de fechado, recebe uma camada de marshmellows pequenos tostados e salpicados com canela.

smores 03

Onde: Pasar malam (um restaurande cozinha da Malásia) – 208 Grand Street – Williamsburg, Brooklyn


Calzone de S’mores. Calzone é uma pizza que é fechada e fica parecida com um pastel assado. Esse de S’mopres tem muito marshmellow de recheio, chocolate e por cima é salpicado com farelhos de biscoito (Graham cracker)

smores 04

Onde: Emily – 919 Fulton St, Brooklyn


Você pode ver a matéria completa abaixo:

Todas as fotos deste post são capturadas deste vídeo.

Rompimento de barreiras é tema de obra em exposição na Times Square

A instalação ‘Nearness’ (Proximidade), de Arlés del Rio, está em exibição na Times Square. São 17 esculturas feitas de cobre e ferro, com siluetas humanas de vários tamanhos. Estes painéis convidam os passantes a se aproximar e mesmo a atravessar os painéis, representando o rompimento debarreiras solciais, políticas, culturais e pessoais, entre outras, que nos afastam uns dos outros.

nearness (7)

nearness (6)

nearness (5)

nearness (4)

nearness (3)

nearness (2)

nearness (1)

proximidade (2)

Entre 10 e 18 de agosto, a peça sai da Broadway (entre ruas 43 e 44) e vai pra Duffy Square (Broadway e rua 46 – onde está a escadaria vermelha)

*texto traduzido e adaptado do press release do evento

experimentando a boutique de bolos ‘Lady M’ em NYC

Passamos por acaso em frente à boutique de bolos Lady M e meu marido quis experimentar. Eu já conhecia essa doceria porque um dos ovos da “Caçada aod ovos Fabergé” estava ali dentro, mas nunca havia degustado seus doces.

O lugar é decorado de maneira minimalista. O serviço foi assim, também. Sinceramente para um lugar que tem sido descrito com um dos pontos “chiques” para um café da tarde em Nova York, ideal para um momento ‘Gossip Girl’ ou para depois de ter feito compras nas lojas de alto padrão da cidade, eu esperava um pouco mais de cortesia.

Compramos quatro doces: a especialidade da casa, o bolo Mille Crêpes; a sua versão sabor chá verde, uma galette e uma bomba de chá verde.

ladym_cake_boutique_nyc (7)

Os quatro doces combinados custaram 25 dólares.

ladym_cake_boutique_nyc (8)

O mais saboroso é mesmo o Mille Crêpes tradicional. É um bolo delicado, feito com vinte camadas de crepes finíssimos, intercalados com um creme de confeiteiro muito leve que achei que se confunde com chantili. Eu, que aprecio chá verde, não consigo me decidir se gostei ou não da éclair e do Mille Crêpes nesse sabor; é improvável que prove novamente. A galette era só mais uma.

Abaixo, o balcão com os produtos, dispostos de maneira austera.

ladym_cake_boutique_nyc (1)

ladym_cake_boutique_nyc (2)

O menu de bebidas. Não havia menu de doces exposto.

ladym_cake_boutique_nyc (3)

As embalagens para viagem.

ladym_cake_boutique_nyc (5)

ladym_cake_boutique_nyc (6)

Eu visitei a ‘Lady M’ do Bryant Park, mas existem outras duas unidades na cidade (na praça de alimentação do Plaza Hotel e no Upper East Side). E mais: lojas em Los Angeles, Singapura e Korea.

ladym_cake_boutique_nyc (4)

(36 West 40th Street – ao sul do Bryant Park)